Netflix voltada para os jogos? Tudo indica que sim

A Netflix pretende vir a oferecer cloud gaming aos membros que usam PC e televisões, permitindo assim aos seus subscritores fazerem stream de jogos. Esta informação foi confirmada pelo vice-presidente de desenvolvimento de jogos, Mike Verdu.

Aproveitando o encerramento do Google Stadia, a Netflix reconhece que este serviço foi um “divertido sucesso técnico”, mas falhou no modelo de negócios. Enquanto a Google estava a propor ao utilizador comprar jogos de forma independente, a Netflix preferiria apostar num modelo de subscrição, tal como tem sido feito até aqui: “É um valor agregado. Não estamos a pedir para subscrever um substituto da consola”, disse Verdu. “É um modelo de negócios completamente diferente. A esperança é que, com o tempo, ele se torne uma maneira muito natural de jogar onde quer que esteja”, concluiu o responsável.

“Vamos abordar isso da mesma maneira que fizemos com o mobile – começar pequeno, ser humilde, ser atencioso – mas é um passo que achamos que devemos dar”, acrescentou Verdu. “A extensão para a nuvem serve para alcançar outros dispositivos onde as pessoas experimentam a Netflix”.

De acordo com a Netflix, o investimento em jogos pode ser uma grande oportunidade para fazer com que fãs de filmes e séries passem a investir o seu tempo num novo tipo de entretenimento: os videojogos. Para além disso, quando questionado se a Netflix lançaria um comando, Verdu não se comprometeu a nada, dizendo apenas que não seriam jogados com o comando da Apple TV.

Atualmente, existem 35 jogos na Netflix, e Verdu disse que há mais 55 jogos em desenvolvimento no serviço.

Em setembro a Netflix afirmou que instalaria um estúdio de jogos em Helsínquia, na Finlândia, mas também anunciou a aquisição de outros estúdios para ajudar na oferta de produção de jogos para esta nova fase de aposta.

Fonte: Eurogamer 

Exit mobile version