iPhone de 2.000 euros apresenta problemas na câmara

A Apple apresentou no dia 7 de setembro a nova linha do seu smartphone, mas muitos clientes que adquiriram o iPhone 14 Pro Max, com um preço de venda superior aos 2.000 euros (o topo de gama da marca no momento), já apresentaram queixas relativas ao funcionamento da câmara desta nova geração de telemóveis.

O Guardian noticia que os utilizadores estão insatisfeitos com o desempenho da câmara traseira, quando é utilizada a partir de aplicações como o Instagram e o TikTok (apps externas ao iOS 16).

O que se nota é que a imagem fica tremida e com um efeito de ruído. As câmaras do iPhone 14 Pro Max também estão a vibrar e a fazer um barulho anormal. Estamos perante um tipo de problema que já não era reportado nos lançamentos recentes da gigante de Cupertino. Segundo os especialistas, o defeito deverá estar no software do telemóvel, ou seja, tudo indica que a Apple terá de atualizar o quanto antes o sistema operativo de um aparelho que acabou de chegar ao mercado.

Com este comportamento, fica impossível usar estas apps e em especial sempre que as câmaras tenham de ser ativadas. Snapchat, TikTok e Instagram são apenas alguns exemplos de apps de que os utilizadores se queixaram ao usar no iPhone 14 Pro Max.

Entre as muitas funcionalidades e novidades anunciadas estavam mudanças significativas nas câmaras fotográficas, de onde se esperava uma qualidade superior à dos modelos anteriores.

A Apple ainda não reconheceu esta situação e nem terá ainda uma solução que possa ser aplicada no imediato. Ao mesmo tempo, as apps afetadas podem ter de lançar também correções para que esta situação da vibração e do ruído das câmaras seja ultrapassada.

Esta é uma situação fora do comum e que não traz uma boa imagem à chegada dos novos iPhone 14 Pro.

Fonte: Guardian

Exit mobile version