Há mais uma patologia em que o Apple Watch pode salvar vidas

Um novo estudo levado a cabo por investigadores da Mayo Clinic vem trazer uma nova perspetiva sobre os recursos de ECG do Apple Watch, com foco na deteção de anormalidades cardíacas, como disfunção ventricular esquerda, algo que ainda não tinha sido detetado, segundo o 9to5Mac.

Esta revelação tem particular importância, uma vez que a disfunção ventricular esquerda é muitas vezes seguida de insuficiência cardíaca congestiva que pode levar a uma infinidade de distúrbios cardíacos. O ventrículo esquerdo é o principal responsável por bombear oxigénio para os órgãos vitais do corpo. Portanto, é importante diagnosticar qualquer problema no ventrículo esquerdo de forma o mais atempada possível.

O estudo da Mayo Clinic explica que a disfunção cardíaca geralmente não é diagnosticada, pois é assintomática, o que significa que as pessoas que a têm não sabem disso. Se um Apple Watch conseguir detetar essa condição ou ajudar a diagnosticá-la, será um grande avanço.

O estudo incluiu 2.454 pacientes dos Estados Unidos e 11 outros países. Esses participantes enviaram mais de 125.000 ECGs de seu Apple Watch entre agosto de 2021 e fevereiro de 2022. Esses resultados foram “limpos e processados ​​por um algoritmo de IA proprietário desenvolvido pelos investigadores”. As descobertas, explicadas pelo MyHealthyApple, mostram que “os ECGs de consumo adquiridos em ambientes não clínicos podem identificar pacientes com disfunção cardíaca”. O estudo também infere que “o potencial dos smartwatches para auxiliar na realização de estudos remotos de saúde digital está apenas nas fases iniciais”.

Os resultados e descobertas completos do estudo foram publicados na Nature Medicine esta semana. O algoritmo de IA proprietário usado pela Mayo Clinic está a ser revisto pelo FDA – Food and Drug Administration.

A comunidade médica alerta, todavia, que o gadget não substitui uma avaliação médica porque os seus resultados não são iguais às medições feitas por aparelhos profissionais.  Para quem já tem um quadro diagnosticado de arritmia cardíaca, o acessório consegue monitorizar o eletrocardiograma, mesmo que com algumas limitações.

Exit mobile version