Galaxy S9 deixa oficialmente de receber atualizações

Foi neste mês que um dos produtos mais populares da linha S, o Samsung Galaxy S9, viu o seu suporte terminar após quatro anos de atualizações. Porque é este dispositivo tão importante no vasto leque de equipamentos da Samsung? Bem, porque representou uma mudança para a marca de procurar refinar a sua experiência geral em equipamentos, como a Apple, e não carregar o seu sistema com funcionalidades indesejadas.

O que representa isto?

Este fim de suporte significa que os milhares de Galaxy S9 eS9+ tornar-se-ão menos seguros de dia para dia. Tal acontece pelo término de atualizações de segurança que a empresa lançava a cada quatro meses para esta linha.

A gama S9 fez parte dos dispositivos que transitou da terrível TouchWiz para a OneUI que, atualmente, vai na sua quarta versão. Em retrospetiva, a gama S9, lançada em 2018, saiu com o já longínquo Android 8 Oreo, e está atualmente, e na sua última, versão 2.5 da OneUI baseada no Android 10.

Torna-se interessante comparar este suporte àquilo que é agora oferecido pela Samsung, ao prometer quatro anos de atualizações Android e cinco anos de atualizações de segurança. À luz da gama S9, que deixa assim de receber atualizações de segurança, vem provar como os equipamentos atuais são mais que capazes de suportar grandes atualizações e de que, talvez, a barreira oferecida pela Samsung de quatro anos de atualização de SO, possa ser, talvez, colocada em par com o que a Apple oferece no seu iOS.

Exit mobile version